Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Divulgue aqui a sua marca!

Clique no botão abaixo e fale com a gente...

Com o sonho de tocar em banda, baterista de lata improvisa instrumento e cativa admiradores

Com 29 anos de idade, Jeremias da Silva Oliveira, ajudante de pedreiro, atualmente desempregado, passa a maior parte do tempo pelas ruas de Feira de Santana, oferecendo a arte que sabe fazer. Não precisa de instrumentos profissionais, pois apenas com poucas latas, o som do batuque já chama a atenção de quem passa por ele.

Atualmente, Jeremias encanta as ‘grandonas’ carretas que passam pela Avenida Eduardo Fróes da Mota. Com um grande objetivo, ele explicou ao Acorda Cidade o motivo de ficar pelas ruas da cidade, tocando a bateria composta por latas.

“Eu sempre gostei de tocar bateria de lata, comecei montando com uma roda dentada, depois um balde e aí fui formando aos poucos com as outras coisas. Isso desde 2015 se não estou enganado. Nesse espaço aqui, eu tenho pouco tempo tocando, mas sempre fico ali na Avenida Senhor dos Passos próximo a prefeitura, porém o meu objetivo mesmo é ir tocar no Caldeirão do Huck, conhecer o Luciano, então por isso eu fico na rua para despertar o interesse das pessoas”, explicou.

Jeremias informou que tem como propósito também, montar uma banda, mas é preciso do apoio com as doações de instrumentos musicais.

“Assim como um dia estar presente ao lado de Luciano Huck, o meu maior sonho é poder formar uma banda e por isso que eu peço ajuda para comprar os instrumentos, comprar o timbau, a guitarra, o contrabaixo e para isso, é necessário o recurso e por isso preciso da ajuda dos grandes empresários daqui da cidade e de outras pessoas que possam me ajudar. Eu não canto, apenas toco, mas o meu estilo musical, é o pagode gospel e sempre tenho o apoio dos meus familiares e amigos para ir em busca desse sonho”, destacou.

Autor da foto de Jeremias que foi publicada nas redes sociais e viralizou, o fotógrafo e design gráfico Ricardo Patrese, que mora em Feira mas é natural de Piritiba, informou a reportagem do Acorda Cidade, que não imaginava que um post no Instagram, tivesse tanta repercussão em tão pouco tempo, como teve a foto de Jeremias tocando a bateria de latas.

Ricardo explicou que a primeira vez que viu Jeremias às margens da Avenida Eduardo Fróes da Mota, não pôde parar o carro para fazer o registro fotográfico, mas ao passar pela mesma via no último sábado (26), conseguiu bater papo com o artista e fazer o registro que já passa de 11 mil curtidas em seu perfil.

“A história de vida de Jeremias é bacana e mexeu muito com as pessoas, através dessa foto que fizemos no sábado. Há alguns dias atrás, eu já tinha passado por aqui com minha esposa indo ao supermercado e vi Jeremias tocando a bateria e aquela cena me chamou a atenção. Infelizmente não deu para falar naquele momento, e fiquei com aquilo na mente, de voltar para fazer uma foto dele. E no sábado quando eu estava voltando de alguns serviços, ele estava aqui tocando, já era tardezinha, estava até chovendo no momento e ele não saia da chuva, e como ele mesmo diz, ele encanta as grandonas, como ele chama as carretas, que passam, buzinam e fazem a maior festa com ele. Parei o carro e vim conversar. Perguntei se ele autorizava fazer a foto, ele prontamente autorizou, batemos um papo, gravei um vídeo, ele contou a sua história de vida que é muito bacana e de superação que inspira muita gente a poder refletir sobre a vida”, disse.

Para Ricardo Patrese, as fotografias precisam contar um pouco da história, mesmo que seja apenas um simples registro e foi o que aconteceu com a cena registrada do artista Jeremias tocando a bateria de lata.

“Eu tenho uma filosofia comigo, que eu acho que a ideia de fotografia é fazer a foto contando uma história, a gente precisa contemplar o sujeito e eu faço assim. Por exemplo, há 15 dias, eu fiz uma foto de um cara que sempre fica ali na ponta do viaduto da João Durval com Getúlio Vargas tocando violão no meio do trânsito, por volta das 18h, isso me chamou a atenção. Fiz a foto, contei um pouco da história dele, a partir daquele momento que tive a oportunidade em conversar e assim aconteceu também no Centro de Abastecimento. Eu fiz uma foto do Seu Tibério, ele é carregador há mais de 33 anos, contei um pouco da história dele e da mesma fora como aconteceu com Jeremias, o pessoal gostou curtiu, publiquei um pouco do nosso diálogo e dentro de 30, 40 min, percebi uma movimentação atípica no Instagram. Eu tinha 300 e poucos seguidores, a foto já estava com 500 curtidas, o pessoal começou a compartilhar, depois já tinha mais de 12 mil comentários e de fato, as pessoas abraçaram essa causa, gostaram também da história de Jeremias”, relatou.

De acordo com Ricardo, este é apenas um registro de muitas situações que podem ser encontradas na cidade. A foto acompanhada de uma história de vida, tem como reflexão, enxergar um pouco mais as outras pessoas.

“Muitas pessoas vieram no meu direct e me perguntaram qual era o significado daquilo, outros me parabenizaram pela iniciativa e eu penso da seguinte forma, isso repercutiu bastante e de forma positiva, mas a ideia também, é que possamos enxergar mais o próximo. Quantas situações que nós vemos no centro da cidade, nas agências bancárias, mães, pais com seus filhos pequenos pedindo ajuda? Homens, mulheres, pedindo ajuda nas sinaleiras? Esse é um sentimento de gratidão e satisfação pelas pessoas terem percebido que a gente precisa de fato, olhar mais para as pessoas. Não é só uma foto bonita, é uma história de vida e muito fantástica. Depois que esta foto foi publicada, eu tive a oportunidade de receber vários vídeos dele, como é a história de vida de Jeremias e nesse momento, o meu resumo é apenas de gratidão por ter despertado essa necessidade de enxergar o outro de fato como ele é”, concluiu.

Matéria assinada por Gabriel Gonçalves, com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Fonte: Acorda Cidade

 

 

Compartilhe essa matéria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:

Últimas Notícias

Receba os nossos Artigos em primeira mão!

Insira o seu e-mail no campo abaixo e seja notificado sempre que publicarmos um novo artigo.

©Chapada Urgente - Todos os direitos reservados! Reprodução autorizada com registro da fonte.

Esse site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Estamos no WhatsApp!